Dolores Fender

Novos caminhos

Textos



Dentro De Mim
 
Dentro de mim mora um vulcão
Que se chama coração
Vive em erupção
Estremece o corpo inteiro.
 
Quando ele se acalma
Há tristeza em minha alma
Inquieta ela reclama
As mais fortes emoções.
 
O vulcão que em mim nasceu
E que um dia estremeceu
Foi porque você não respondeu
Ao amor que eu lhe dei.
 
Hoje em meu corpo solidificado
Estátua de magma formado
O coração está calado
Prontinho para explodir.
 
Quero explodir em sorrisos
Quando você voltar aqui!
 
Dolores Fender
15/04/2017
 
Dolores Fender
Enviado por Dolores Fender em 15/04/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras