Dolores Fender

Novos caminhos

Textos


Escuridão
 
Anoiteceu no coração do poeta
E a lua não lhe despertou paixão.
 
Anoiteceu no coração do poeta
Como anoitece em qualquer coração.
 
Apenas anoiteceu
Naquela noite incerta.
 
E a lua dormiu sentida
De costas para o poeta.
 
E o poeta não dormiu
E o poema não nasceu.
 
Apenas anoiteceu
Naquela noite incerta.
 
Dolores Fender
28/08/2017
 
 
 
 
Dolores Fender
Enviado por Dolores Fender em 28/08/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras