Dolores Fender

Novos caminhos

Textos

Eu Minhoca
 
As minhocas não têm cérebro
Mas podem ter até quinze corações
Sem cérebro não há memória
Sem memória não há desilusões.
 
As minhocas não são tristes
Contentes também não são
Escondem-se sob a terra
Do calor e da iluminação.
 
Vou fazer como as minhocas
Esconder-me é a solução
Não ver o sol nem ver a lua
Sob a terra só a chuva
Será o meu conforto e o meu pão.
 
Espero que como as minhocas
Mesmo em minha reclusão
Possa ter alguma utilidade
Que alegre o meu único coração
Com a diferença das minhocas
Porque tenho memória
Porque sou só recordação.
 
Dolores Fender
19/04/16
Dolores Fender
Enviado por Dolores Fender em 08/02/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras