Dolores Fender

Novos caminhos

Textos

Chuvas de Março
 
A chuva cai
O sol não sai
Não saia.
 
Não vaia:

O prefeito
Imperfeito
O verbo sem ação
De ligação
O sujeito indeterminado
O lixo no chão.
 
O bueiro destampado
Entupido.
 
O coração
Magoado
Ensopados
Os móveis
O colchão.
 
A criança que chora
O velho que ora
O cão no telhado
o gato assustado

O bolso furado
Sem nem um tostão.
 
O semáforo apagado
O trânsito afogado
Nesta chuva
Que nem é de verão!
 
Neste ano tem eleição!
 
Dolores Fender
29/03/2018
 
Dolores Fender
Enviado por Dolores Fender em 29/03/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras